Espinho desce para o nível "elevado" no mapa de risco COVID-19
Saúde

Espinho desce para o nível "elevado" no mapa de risco COVID-19

Esta atualização acontece no seguimento da diminuição recente de casos no concelho
O concelho de Espinho desceu de nível de risco muito elevado para risco elevado,  de acordo com os dados sobre a taxa de incidência revelados esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).
Esta atualização acontece no seguimento da diminuição recente de casos no concelho, figurando agora entre aqueles que apresentam "entre 240 e 480 casos por cada 100 mil habitantes”, tendo atualmente 444 casos ativos por 100.000 habitantes.

As medidas decretadas e que passam a estar em vigor no concelho de Espinho são:
  • Ação de fiscalização do cumprimento do teletrabalho obrigatório;
  • Manutenção dos horários dos estabelecimentos (22h00, salvo restaurantes e equipamentos culturais às 22h30);
  • Estabelecimentos de restauração e similares exclusivamente para entrega no domicílio, diretamente ou através de intermediário, podem encerrar à 01h00;
  • Instalações desportivas, quando destinadas à prática desportiva federada, devem encerrar até às 22h30;
  • Uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho;
  • Teletrabalho: Desde que as funções em causa o permitam, o trabalhador disponha de condições para as exercer e não estejam em causa serviços essenciais.
São boas notícias para o concelho, mas os comportamentos preventivos por parte da população devem continuar. Cumpra com rigor todas as normas de higiene e distanciamento social, decretadas pela DGS.